Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pós-graduação
Início do conteúdo da página

Pós-graduação

 

 

A partir de 2014 a ANA implementa novas estratégias de apoio à criação e fortalecimento de cursos de pós-graduação, em nível de especialização e mestrado profissional e também de apoio ao desenvolvimento de pesquisas com vistas a formação de recursos humanos pós graduados nas áreas de Gestão e Regulação de Recursos Hídricos:

 

 

1Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Regulação e Gestão de Recursos Hídricos – Pró-Recursos Hídricos

 

Em maio/2017 foi lançado o edital de seleção de propostas ao Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Regulação e Gestão de Recursos Hídricos Pró-Recursos Hídricos.

Inciativa promovida pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com o objetivo de possibilitar o desenvolvimento de pesquisas científicas e a formação de recursos humanos pós-graduados nas áreas de regulação e gestão de recursos hídricos. 

No total foram selecionados 12 projetos de pesquisa em rede sobre regulação e gestão de recursos hídricos, que vão receber cerca de R$ 11,5 milhões.

Os 12 projetos de pesquisa em rede receberão recursos para cobrir despesas com cerca de 100 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, sendo que cada trabalho envolve pelo menos três universidades. Os valores serão oriundos da ANA e também vão custear despesas de custeio e capital. No total cada projeto pode receber até R$ 963 mil. As bolsas serão pagas diretamente pela CAPES aos bolsistas. 

A duração das atividades de cada projeto poderá ser de até 48 meses a partir da assinatura do Termo de Solicitação e Concessão de Apoio Financeiro a Projeto Educacional ou de Pesquisa. Cada projeto poderá ter até cinco bolsas para mestrado, três para doutorado e três para pós-doutorado no Brasil. 

O Pró-Recursos Hídricos tem oito temas prioritários a serem pesquisados pelos bolsistas. São eles: modelagem e arranjos institucionais para gestão de recursos hídricos; instrumentos e ferramentas de gestão de recursos hídricos; governança e participação social na gestão de recursos hídricos; regulação de recursos Hídricos; monitoramento, controle e fiscalização de usos da água; instrumentos, metodologias e tecnologias para alocação de água; recursos hídricos e florestas; e segurança de barragens. 

 

Clique e conheça:

Edital

Projetos selecionados

 

 

 

2) Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos - ProfÁgua

 O ProfÁgua é um programa de pós-graduação strictu sensu em Gestão e Regulação em Recursos Hídricos implantado no ano de 2016, numa parceria da ANA com a CAPES, sob a coordenação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP Campus de Ilha Solteira. Este programa recebeu mais de R$ 6,5 milhões de reais de investimento da ANA e tem como objetivo proporcionar a formação continuada dos profissionais que atuam em órgãos gestores de recursos hídricos (em nível federal, estadual e municipal), agências de água, comitês de bacia hidrográfica ou conselhos de recursos hídricos, seja participando desses órgãos ou submetendo pedidos ou projetos de utilização e controle de recursos hídricos. 

 

Instituições de Ensino Superior integrantes da Rede ProfÁgua: 

Norte:

• UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS (UEA – Manaus/Parintins)
• UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA (UNIR – Ji-Paraná)
• UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA (UFRR – Boa Vista)

Nordeste:

• UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE – Recife)
• UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG – Sumé)
• UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA – Salvador)

Centro-Oeste:

• UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO (UNEMAT – Cuiabá)
• UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UNB – Planaltina)

Sudeste:

• UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES – Vitória)
• UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (UERJ – Rio de Janeiro)
• UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ (UNIFEI – Itabira)
• UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

Sul:

• UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS – Porto Alegre)
• UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ (UTFPR – Campo Mourão)

 

 

 Clique aqui para mais informações

 

 

3) Especialização em Elaboração e Gerenciamento de Projetos Municipais de Recursos Hídricos

Parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). A primeira turma já se encerrou e a segunda está em andamento.

 

 

 

4) Mestrado Profissional em Rede Nacional para o Ensino de Ciências Ambientais – ProfCiamb 

O Mestrado Profissional em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais - MPROFCIAMB foi aprovado no âmbito da CAPES no final de 2015 e deu efetivamente início às suas atividades a partir do dia janeiro de 2016.

Tem como público alvo os professores da rede de ensino básico, e está estruturado a partir da associação em rede de Instituições de Ensino Superior de todas as regiões do país.

Aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em 2015, o PROFCIAMB deu início a suas atividades no ano seguinte tendo como foco professores da rede de ensino básico em todo o País. Inicialmente oito universidades oferecem o mestrado: USP (coordenadora da rede), UEFS, UEM, UFAM, UFPA, UFPE, UFPR e UFS. A meta é formar pelo menos 150 mestres na temática do ensino sobre água e ciências ambientais entre 2016 e 2020. Neste contexto, a ANA investiu R$ 2,84 milhões na ação. Segundo a Lei nº 9.984/2000, que criou a Agência, cabe à instituição estimular a pesquisa e a capacitação de recursos humanos para a gestão de recursos hídricos. 

Tem como objetivo geral possibilitar a formação continuada em nível de mestrado profissional de professores da educação básica e também de profissionais que atuem em espaços não formais (museus, jardins botânicos, centros de ciências) e/ou não escolares, e aqueles envolvidos com divulgação e comunicação das ciências.

O PROFCIAMB é, assim, uma ponte importante de integração das Universidades com as escolas de educação básica, possibilitando que temas chave de pesquisas na temática das ciências ambientais alcancem as redes municipais, estaduais e mesmo escolas técnicas federais, e cheguem ao estudante.

 

Instituições de Ensino Superior integrantes 

Universidade Federal do Paraná - UFPR;

Universidade Federal do Amazonas -UFAM;

Universidade Federal do Pará – UFPA;

Universidade Federal de Sergipe - UFSE;

Universidade Federal de Pernambuco - UFPE;

Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS;

Universidade de Brasília - UnB;

Universidade Estadual de Maringá - UEM;

Universidade de São Paulo - USP (coordenadora da rede) 

 

Clique aqui e conheça todos os polos. 

 

 

5) Mestrado Profissional em Gestão de Riscos e Desastres Naturais

Foram apoiados financeiramente pela ANA em 2015 e estão em andamento nas seguintes instituições:

Universidade Federal do Pará - UFPA;

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC;

Universidade Federal Fluminense - UFF.

O curso é voltado à formação específica de profissionais na área de desastres naturais no país, em atenção ao importante impacto social do tema.

Fim do conteúdo da página